Livretos Sistemas de ar condicionado

O Decreto do Minist√©rio do Desenvolvimento Econ√īmico, de 10 de fevereiro de 2019, definiu os folhetos para sistemas de ar condicionado e efici√™ncia energ√©tica.

Livretos Sistemas de ar condicionado

O D.M. 10 02 14 define os livretos de ar condicionado

Com o Decreto de 10 de fevereiro de 2014, o Minist√©rio do Desenvolvimento Econ√īmico definiu os novos livretos de ar condicionado e efici√™ncia energ√©tica dos edif√≠cios. O decreto Modelos do Caderno do Sistema de Ar Condicionado e R√°cio de Efici√™ncia Energ√©tica, nos termos do Decreto do Presidente da Rep√ļblica n. 74/2013, que entrou em vigor em 8 de mar√ßo, definiu os novos livretos de sistema a serem usados ‚Äč‚Äčtanto para sistemas de ar condicionado de inverno quanto para sistemas de ar condicionado de ver√£o.

impianto climatizzazione

O decreto 74/2013 Por sua vez, no ano passado, definiu os critérios para o uso, manutenção e controle dos sistemas de ar-condicionado de verão e inverno e para a produção de água quente sanitária.
Al√©m disso, o mesmo decreto definiu limites horas de funcionamento, isto √©, o n√ļmero de horas que as plantas s√£o ligadas de acordo com as regi√Ķes a que pertencem.
Até agora, os folhetos para os sistemas de aquecimento tinham de ser elaborados apenas para plantas com níveis de potência 35 kW e constituiu o chamado livro central ou encarte de fábrica, enquanto, para máquinas de gás fluorado como bombas de calor, o livreto da planta deve ser elaborado se eles contiverem pelo menos 3 kg de gás.
Em qualquer caso, se existirem, estes folhetos devem ser anexados ao novo folheto que entrará em vigor a partir do próximo dia 1 de livreto de ar condicionado.

Caderno de Ar Condicionado, Eficiência Vegetal e F-GAS

Como indicado emAnexo I do D.M. 10/02/2014, com a cartilha de ar-condicionado, que deve ser preenchida pelo instalador, é possível descrever tanto as características de um sistema de aquecimento quanto as de um sistema de ar-condicionado de verão para um prédio com ou sem produção de água sanitário quente.
Para este √ļltimo, em particular, nos √ļltimos anos sistemas que consistem em bombas de calor que trocam energia t√©rmica com o√°gua.
O folheto do ar condicionado tamb√©m leva em considera√ß√£o tecnologias para o ver√£o e inverno ar condicionado que se espalhou amplamente nos √ļltimos dez anos, de fato, com ele o D.M. 10/02/2014 disponibiliza uma s√©rie de anexos que substituem os relat√≥rios simples de verifica√ß√Ķes t√©cnicas que foram compilados com os livretos antigos.
Esses anexos são os chamados relatórios de controle de eficiência energética, definidos para os grupos de aquecimento, para as unidades de refrigeração, para os permutadores e para os cogeradores, devem ser preenchidos por ocasião de manutenção ordinária ou extraordinária, para os sistemas de aquecimento de ar condicionado de inverno com potência superior a 10 kW e para ar condicionado de verão com potência superior a 12 kW.
Estes valores s√£o independentes de o sistema tamb√©m produzir √°gua quente sa√ļde ou menos.
Entre os anexos do decreto destacamos o anexo ou a chapa n√ļmero 2, que visa acompanhar as atividades de manuten√ß√£o e controle dos sistemas de tratamento de √°gua, na usina, cuja qualidade pode comprometer atua√ß√£o.
Um caso especial consiste em usinas alimentadas apenas com fontes de energia renov√°veis (FER), definido no Decreto Legislativo de 3 de mar√ßo de 2011, n√ļmero 28, para o qual se espera apenas a elabora√ß√£o do livreto de ar-condicionado sem os anexos de verifica√ß√£o de efici√™ncia energ√©tica.

tecnico impianto climatizzazione

Observamos que nos casos de plantas contendo gases fluorados, tais como bombas de calor ou unidades de refrigera√ß√£o, da brochura de ar condicionado, bem como da declara√ß√£o de conformidade, no caso de instala√ß√£o de uma nova instala√ß√£o ou renova√ß√£o de um sistema existente, devem ser obtidas as qualifica√ß√Ķes necess√°rias que o instalador deve ter para operar em tais sistemas e minimizar as emiss√Ķes de gases fluorados para o meio ambiente, para reduzir o efeito estufa.
Estas classifica√ß√Ķes s√£o constitu√≠das pela licen√ßa da geladeira, do registro da empresa para registo nacional de gases fluorados e pela certifica√ß√£o F-GAS da empresa, de acordo com a D.P.R. 43 de 2012 e do Regulamento Europeu 303/08.
Concluímos observando que a partir do registro F-GAS qualquer um pode verificar os requisitos acima mencionados das empresas e técnicos antes de confiar uma instalação ou trabalho de manutenção a um sistema de ar condicionado.



Vídeo: Ar condicionado portátil consul