B√īnus para renovar telhados e fachadas

A Assembl√©ia Capitoliana aprovou a resolu√ß√£o que cont√©m o b√īnus de imposto para aqueles que renovam os telhados e fachadas das casas e edif√≠cios romanos. Ser√° que vai se estender para outras cidades?

B√īnus para renovar telhados e fachadas

Telhados e fachadas de bónus

Os donos de propriedades localizadas na cidade de Roma que reconstruem as fachadas e instalam antenas centralizadas, eliminando a floresta de pessoas individuais, mas tamb√©m aqueles que eliminam o amianto e a eternidade e montam sistemas de economia de energia desfrutar√£o de uma s√©rie de incentivos fiscais, os chamados telhados e fachadas de b√īnus. Esse √© o objetivo da resolu√ß√£o aprovada pela Assembl√©ia Capitolina com uma vota√ß√£o bipartid√°ria que pode se estender a outras cidades italianas.

O b√īnus em n√≠vel nacional: a proposta do ministro Franceschini

B√īnus do telhado

A resolu√ß√£o aprovada pela C√Ęmara Municipal de Roma decorre da id√©ia de que o ministro do Patrim√īnio Cultural e do Turismo, Dario Franceschini, lan√ßou durante uma confer√™ncia organizada em abril deste ano pela CNA (Confedera√ß√£o Nacional de Artesanato e Pequenas e M√©dias Empresas). empresa de m√≠dia).
O ministro em particular falou de um b√īnus de fachadas a n√≠vel nacional, com base no exemplo franc√™s que introduziu o incentivo mudando radicalmente a face de muitas cidades, um b√īnus fiscal que √© mais forte do que as dedu√ß√Ķes cl√°ssicas do Irpef 50 e 65%, respectivamente para reestrutura√ß√£o e economia de energia de edif√≠cios e que √© destinado a todos os cidad√£os, indiv√≠duos, condom√≠nios e propriet√°rios de casas individuais que querem substituir as fachadas de suas casas e edif√≠cios.
A proposta do ministro foi imediatamente bem recebida pelos administradores locais, como a prefeito de Mil√£oGiuliano Pisapia, que teve a oportunidade de sublinhar as m√ļltiplas vantagens que derivariam da introdu√ß√£o destas fachadas-b√īnus em escala nacional, tanto no que se refere √† est√©tica da cidade, tanto pela contribui√ß√£o para a remodela√ß√£o dos edif√≠cios, n√£o s√≥ nos centros hist√≥ricos, mas tamb√©m nos sub√ļrbios, muitas vezes esquecido.
Mas, apesar da recepção favorável, a ideia do ministro Franceschini, na verdade, ainda não havia sido realizada, pelo menos até a nova resolução da cidade de Roma, que poderia ser um exemplo para outros administradores locais.

B√īnus de telhado e fachada: a decis√£o da Assembl√©ia Capitolina

Coberturas e fachadas de incentivo

O prefeito de Roma Ignazio Marino foi de fato o primeiro a estabelecer as bases para a introdu√ß√£o deste b√īnus para renovar telhados e fachadas em n√≠vel nacional, que busca dois objetivos: por um lado, tornar Roma uma cidade eco-sustent√°vel e ecol√≥gica e, por outro lado, dar um novo impulso ao emprego nos setores de constru√ß√£o e artesanato que sofrem mais do que outros da crise econ√īmica √ļltimos tempos.
Uma oportunidade em larga escala para as empresas do setor que terão, como há muito tempo se espera, um novo campo de ação, composto de reformas e não novos fluxos concretos. E ao mesmo tempo, uma boa cidade restyling em vista do próximo Jubileu, que será sempre realizada em Roma.
Mas o que esses telhados e fachadas de b√īnus consistem? Na resolu√ß√£o, a Assembl√©ia Capitolina fornece em particular um grande pacote de descontos fiscais tais como:
‚ÄĘisen√ß√£o de COSAP (Ocupa√ß√£o Espacial e √Āreas P√ļblicas) para obras em toda a cidade - do centro para os sub√ļrbios - para a repintura das fachadas dos edif√≠cios da cidade e a substitui√ß√£o de antenas √ļnicas por centralizadas
‚ÄĘpequenas doa√ß√Ķes para condom√≠nios e propriet√°rios que renovam (fachadas e antenas centralizadas). Estas contribui√ß√Ķes chegar√£o com o regulamento de implementa√ß√£o, de promulga√ß√£o iminente
‚ÄĘtransfer√™ncia, em favor dos mesmos propriet√°rios e condom√≠nios, de uma parte do imposto municipal para qualquer publicidade em andaimes
‚ÄĘincentivos para aqueles que eliminam o amianto e a eternidade
‚ÄĘincentivos para aqueles que usam sistemas de economia de energia.
Os n√ļmeros tamb√©m s√£o apresentados em detalhe na resolu√ß√£o cronometragem ser observado para executar o trabalho, que deve ser realizado em um tempo m√°ximo de:
‚ÄĘseis meses para edif√≠cios desprotegidos
‚ÄĘ nove meses para as fachadas do valor hist√≥rico.

Coberturas de b√īnus e fachadas e dedu√ß√£o para reestrutura√ß√£o: o superbonus

Telhados e fachadas de bónus Rome

O rico sistema de incentivos previsto pela resolu√ß√£o para a renova√ß√£o dos telhados e fachadas do Munic√≠pio de Roma √© complementado pelas dedu√ß√Ķes fiscais previstas na lei, nomeadamente a Dedu√ß√£o de 50% para a constru√ß√£o de reformas, criando assim, como sublinhou o Campidoglio, um superb√≥nus, sempre governamental e sempre para os trabalhos de adapta√ß√£o dos pr√©dios.
Combinando o teto e o b√īnus de fachadas com a dedu√ß√£o de 50% Irpef para reformas de edif√≠cios, √© criado um complexo de descontos, que far√° as obras para colocar em concreto os antigos edif√≠cios e as usinas antigas, frequentemente desfigurantes e perigosas. para a sa√ļde e que ir√° restaurar o decoro para o imobili√°rio romano, com demasiada frequ√™ncia em mau estado e pouco ou nada mantido.



Vídeo: