Objetos de arte em ambientes

Os espaços de nossa casa podem ser enriquecidos pela inserção de objetos de arte entre os móveis, que dão maior valor ao ambiente ao caracterizá-lo com grande intensidade.

Objetos de arte em ambientes

Objetos de arte nos espaços

Anna Izzo - Progetti

Os espaços da casa podem assumir uma aparência acolhedora, inserindo entre o mobiliário peças com valor artístico, mais ou menos excêntrico, escolhido por seu valor ou simplesmente por possuir um objeto com um caráter incomum. Esses objetos são capazes de combinar lindamente com móveis tradicionais e móveis modernos, esculturas, vasos, pinturas, objetos de design, valorizam mais os móveis, com os quais essas peças devem ser integradas e, portanto, o próprio ambiente.

Sua disposi√ß√£o na casa, seja objeto do autor ou n√£o, √© sempre realizada com base em um escolha de gostoe, portanto, baseia-se principalmente em avalia√ß√Ķes pessoais. Na maioria das vezes, o arranjo acontece de forma aleat√≥ria, mas sempre √© necess√°rio organiz√°-los em harmonia com os m√≥veis. A pintura, o vaso, a imagem fotogr√°fica, os objetos de arte em geral devem ser colocados entre os m√≥veis, seguindo a afinidade da cor ou da sombra com os mesmos e com os demais itens ou objetos de decora√ß√£o presentes na sala, como tapetes, sof√°s ou outros e se preferir com a cor das paredes.

Organize as pinturas

Anna Izzo - Quadri

Agora vemos as possibilidades de inser√ß√£o de pinturas, fotografias ou gravuras nas paredes e as precau√ß√Ķes necess√°rias, para o seu correcto posicionamento. Em primeiro lugar, √© poss√≠vel seguir um arranjo ordenado, de acordo com geometrias preestabelecidas ou √© poss√≠vel organizar as imagens de maneira bastante casual, mas de tal forma que, em qualquer caso, um sistema de imagem harm√īnica √© criado. √Č sempre necess√°rio evitar colocar as imagens e imagens em geral, nas proximidades de fontes de calor ou luz excessiva, desta forma voc√™ arrisca arruinar o trabalho, desbotando-o.

O arranjo de pinturas, gravuras e fotografias, com um valor artístico mais ou menos reconhecido, deve ser feito escolhendo uma posição entre o mobiliário que se harmoniza com o contexto, através da combinação de cores, de matéria, da própria imagem e do quadro, com o ambiente. Você pode decidir combinar uma imagem grande com imagens menores, neste caso, poderia ser um arranjo possível, o de usar a imagem maior como referência, tanto para um arranjo regular quanto para uma composição aparentemente aleatória.

Outra possibilidade é destacar uma imagem colocando-a sozinha em paredes livres, considerando a proporção certa entre vazia e cheia, mas também colocando-a no sofá da sala, ela ainda pode ser colocada em uma parede para melhorar os cantos da casa e ser posicionada, perto da esquina entre duas paredes, combinada com alguma peça de mobília.

Outro tipo de organização de imagens, pictóricas ou fotográficas, pode ser que linear, feita seguindo uma linha horizontal ou vertical. Esse tipo de alinhamento vem

Anna Izzo - Progetti

feita seguindo uma linha ideal, escolhida como a linha de base, linha superior, linha central, na disposição dos painéis e posicionada em referência a uma peça de mobiliário ou mesmo a uma porta ou a outro elemento ao qual se decide relacionar as pinturas. A posição correta das pinturas, gravuras e fotografias, para uma visibilidade mais eficaz, é aquela que as coloca em um relance, que está a uma altura de cerca de 1,65 m, considerando a altura média de um indivíduo.

Coloque outros objetos de arte

bb oggetti d'arte Srl - VASI

A posi√ß√£o de um objeto de arteO que pode ser uma escultura, um vaso, um objeto de design, deve ser escolhido de maneira a dar maior valor aos objetos e m√≥veis nos quais eles est√£o freq√ľentemente posicionados. Mas voc√™ pode decidir colocar objetos at√© mesmo nos cantos, suportados talvez por suportes apropriados que trazem ainda mais valor, lembrando-se de sempre preservar a integridade.

Os objetos de arte, em particular trabalhos esculturaissão dotados de vários elementos característicos que, ao identificar a posição correta, devem ser considerados e enfatizados, são o material do qual cada objeto é composto, sua dimensão, que pode ser variada, sua forma, as cores do objeto. objeto de arte, a plasticidade de sua estrutura. Todos esses fatores, além de decisivos para a escolha da posição correta, também são decisivos na identificação do tipo de iluminação a ser prevista.

Tanto a pintura quanto o objeto escultural, ou o objeto de arte em geral, devem, no entanto, ser posicionados de modo a claramente visível tanto para o proprietário como para o convidado ocasional.
Os objetos de arte da empresa s√£o interessantes bb objetos de arte Srl e aqueles do artista Anna Izzo dos quais eu mostro as imagens.
A luz para a elaboração de um objeto de arte desempenha um papel fundamental para sua visibilidade adequada, para os trabalhos pictóricos ou gráficos a iluminação deve ser uniforme em toda a superfície da imagem, também é possível usar trilhos para o instalação das luzes, que permitem gerenciar mais a iluminação.

Anna Izzo - Sculture

Para trabalhos esculturais, por outro lado, é melhor escolher uma iluminação que melhore a tridimensionalidade criando efeitos de luz escura, neste caso a luz deve ser posicionada de modo a criar tal efeito usando, por exemplo, sistemas de iluminação direcional. Mas também o luz natural Consegue realçar os objetos de arte dispostos em casa, mesmo que seja menos controlável do que o artificial, mas o uso de cortinas permite que você gerencie a iluminação correta, preservando o efeito que a luz natural pode criar, revitalizando o ambiente.

Finalmente, deve ser lembrado que, se n√£o for usado com discri√ß√£o, a luz pode danificar as obras por este motivo, voc√™ deve ter cuidado para n√£o exceder os valores de refer√™ncia de lux, fixados para cada trabalho. Dependendo se √© uma pintura, tecidos funcionam como um carpete, trabalhos feitos de metal, cer√Ęmica ou pedra, al√©m disso, a ilumina√ß√£o excessiva pode criar um efeito teatral desagrad√°vel nos quartos da casa.



Vídeo: 79 Ideias para Decorar Ambientes com Objetos de Ferro - Parte 1/3