A nomeação do condomínio especial do condomínio

A questão da nomeação do curador especial do condomínio, está intimamente ligada às disputas que afetam a estrutura do condomínio.

A nomeação do condomínio especial do condomínio

Nomeação do editor

A questão de nomeação do condomínio especial do condomínio está intimamente ligado com as discussões que afetam a estrutura do condomínio.
Vale a pena, portanto, antes de entrar nos detalhes da questão, fazer um breve resumo do conceito de condomínio lite.
De acordo com as disposições do código civil relativas aos condomínios é possível distinguir dois tipos de controvérsias judiciais:
a) le litígio ativo, ou seja, aqueles em que o condomínio empreende uma ação judicial;
b) disputas passivasisto é, aqueles em que a equipe do condomínio sofre a iniciativa judicial do outro.

Dentro das duas categorias Além disso, é necessárioesclarecer as discussões para as quais o administrador do condomínio pode atuar ou defender o condomínio sem a necessidade de autorização dos acionistas e aqueles para os quais a autorização é necessária.
Então, por exemplo, para atacar o condomínio padrão, o administrador não precisa de autorização bem como defender-se no julgamento de apelação da resolução do condomínio, não é necessária aprovação da assembléia de acionistas.
Em outras questões, a questão é claraart. 1136, quarto parágrafo, c. a assembléia deve decidir se deve resistir ou se envolver em uma disputa e, para isso, a resolução deve informar o voto favorável da maioria dos presentes à reunião que representa pelo menos metade do valor do prédio. Nesse contexto, é útil perguntar:
o que acontece se um estranho para o condomínio, ou mesmo o co-proprietário, quiser tomar medidas legais contra a equipe do condomínio mas isto, pelas mais diversas razões (em primeiro lugar a natureza não obrigatória da nomeação) não tem um administrador?

Nomeação do editor

Primeiro, quem toma a ação pode convocar todos os condomínios pessoalmente.
O óbvio prolongamento do tempo, as inevitáveis ​​incertezas e o aumento dos custos que tal forma de agir teria levado o legislador a fornecer uma solução alternativa.
Esta solução está contida noart. 65 das disposições de aplicação do Código Civil que diz:
Quando por qualquer razão o representante legal dos condomínios estiver faltando, aqueles que desejarem iniciar ou continuar uma disputa contra os participantes de um condomínio poderão solicitar a nomeação de um administrador especial, nos termos do art. 80 Código do Processo Civil.
O curador especial deve ligar imediatamente para a assembléia do condomínio para obter instruções sobre a condução da disputa.
.
Em essência dá faculdade àqueles que querem atacar um condomínio ter uma autoridade judicial designada pela autoridade judicial para representá-la conjuntamente em tribunal curador, uma vez nomeado, deve convocar o conjunto para que o mesmo decida o que fazer.
Lembre-se disso este valor não é de todo comparável ao administrador: isso significa que o curador, por exemplo, em um julgamento relativo ao apelo de uma resolução de condomínio, não pode decidir de forma independente se deve ou não resistir à reivindicação de outros, mas terá que decidir a montagem de condomínios.



Vídeo: QUAL A IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA NAS CONTAS DO CONDOMÍNIO - Sr. MÁRCIO MASO - Sindico Profissional