APE, quem fornece sanções?

A ausência do Certificado de Desempenho Energético nos casos previstos pela lei envolve o pagamento de pesadas multas: mas quem é responsável pelo monitoramento e desembolso?

APE, quem fornece sanções?

Sanções por falta de APE ou falsas declarações

L 'Certificado de Desempenho Energético (APE) é um documento que indica o consumo de energia de um edifício, a ser anexado obrigatoriamente em caso de nova construção ou transferência de um imóvel por qualquer motivo, tanto no caso de venda, doação, sucessão, e no caso de locação.
Sua ausência implica penalidades pesadas não apenas para os clientes, mas também para os profissionais envolvidos no projeto ou na execução do trabalho.
Vamos ver mais detalhadamente em quais são essas sanções.

APE, quem fornece sanções?

O profissional que elabora um Certificado de Desempenho Energético sem respeitar os requisitos e critérios metodológicos ditado pela legislação em vigor ou pela inserção de dados falsos, corre o risco de incorrer numa sanção administrativa, cujo montante é entre 700 e 4.200 euros.
Em vez disso gerente de construção pode incorrer numa multa administrativa entre 1.000 e 6.000 euros se não produzir o EPA ou anexá-lo ao pedido do certificado de praticabilidade.
O Certificado de Desempenho Energético é obrigatório para todos novos edifícios ou para aqueles objeto de renovação no geral de um certo tamanho. Eu sou o construtor ou dono dos sujeitos que têm a tarefa de elaborar o APE, sem o que arriscam uma multa entre 3.000 e 18.000 euros.
Os mesmos montantes de multas (mínimo de 3.000, máximo de 18.000 euros) estão previstos se a EPA não estiver incluída num acto de comércio.
No caso, em vez disso, de não-alegação em um contrato de arrendamento, as penalidades são mais suaves e variam de um mínimo de 300 euros a um máximo de 1.800 euros.
em anúncios imobiliáriosfinalmente, tanto para venda como para arrendamento, os parâmetros de energia do edifício devem ser reportados (índice de desempenho energético e classe de eficiência energética).
Na ausência de tais dados, a pessoa encarregada do anúncio pode ser punida com uma sanção administrativa entre 500 e 3.000 euros.
O pagamento das penalidades não se isenta, contudo, da obrigação de apresentar o Certificado de Desempenho Energético, dentro de 45 dias da disputa.
Esta apresentação tardia, de acordo com a publicação recente do decreto sobre Simplificação tributária e declaração de imposto de renda pré-compilada, deve ser realizado no Ministério do Desenvolvimento Econômico.

Quem fornece sanções por falta de APE ou falsas declarações?

No entanto, a lei nunca foi muito clara sobre os números que têm o dever de garantir que os certificados são elaborados de acordo com os contratos de transferência e anexados, bem como para fornecer as sanções listadas acima.
Provavelmente foi por causa dessa estrutura regulatória pouco clara, que na Itália proliferou um mercado de baixa, com a produção de APE a preços ridiculamente baixos e, consequentemente, processados ​​com pouco profissionalismo e sem atender aos requisitos exigidos.
Portanto, pode ser útil resumir quem é responsável por monitorar o trabalho dos profissionais e o comportamento daqueles que vendem ou alugam uma casa.

APE, quem fornece sanções?

A tarefa de sancionar os profissionais que preparam o APE com dados falsos ou sem respeitar os métodos indicados pelas regras, pertence ao região ou para Província autônoma de pertencer, para o qual, entre outras coisas, uma cópia do documento deve ser enviada dentro de 15 dias da redação.
Esses órgãos também fazem um relatório aoordem ou faculdade a qual o profissional está registrado, pelas conseqüentes medidas disciplinares.
No caso em que, por outro lado, a infracção foi cometida pelo director dos trabalhos devido a falta de apresentação do pedido no caso de um pedido de comum que cabe ao pagamento da sanção e à comunicação ao colégio ou à ordem de pertença.
No que diz respeito à falha em anexar o certificado aos contratos de transferência de propriedade, a tarefa de monitorar e prever quaisquer Guarda Financeira ou tudoAgência de receita, que pode verificar quando registrar o contrato.
No caso em que, finalmente, não há indicação dos dados de energia nos anúncios à venda ou aluguel, de qualquer forma divulgada (imprensa, agência imobiliária, cartéis, etc.), é sempre da responsabilidade do comum onde a propriedade está localizada, supervisionar o cumprimento da lei, contestar a ausência dos dados, impor a sanção e cobrar a receita.
É evidente, portanto, quão complexa pode ser a atividade de supervisão dos órgãos e organismos responsáveis, considerando também a enorme quantidade de trabalho a ser realizado em outros campos (por exemplo, a supervisão de construções ilegais pelos municípios, frequentemente insuficientes) e, consequentemente, continuaram a não cumprimento das regras.



Vídeo: O juiz é obrigado a aceitar o resultado do laudo pericial?