Técnicas antigas para design moderno

Novos objetos para mobiliário utilizando técnicas de construção antigas.

Técnicas antigas para design moderno

No mundo de projeto, sempre procurando novos inspira√ß√Ķes e sugest√Ķes criativas, tem atra√≠do a aten√ß√£o de muitos designers da antiga t√©cnica japonesa do Raku.

Técnicas antigas para design moderno: um objeto de Caterina massa

Essa antiga técnica deriva da cultura zen, conhecida por suaexaltação da harmonia presente na maioria das coisas simples e menos conspícuo, assim como na forma elementar da criação, inspirou muitos designers, que propuseram objetos de todos os tipos, caracterizados por um contorção do efeito decorativo da técnica original.

Na t√©cnica ocidental, o efeito decorativo, com reflexos met√°licos e o efeito enlouquecedor como conseq√ľ√™ncia da singularidade do processo de produ√ß√£o, onde o objeto √© extra√≠do incandescente do forno, torna-se uma t√©cnica decididamente excitante, que derruba o m√©todo cl√°ssico da cer√Ęmica.

Durante o processo raku, a peça sofre um forte choque térmico, por isso é necessário usar uma argila muito resistente com grandes capacidades refratário.

Este tipo de terra tem dentro dela, da chamotte, grãos de areia, que diminuem o grau de contração, evitando a probabilidade de fratura.

Técnicas antigas para design moderno: uma alça da série Natura em uma porta de vidro

Graças a estes recursos detalhes da argila, a peça a ser trabalhada em argila refratária branca é primeiro modelada de acordo com as necessidades do artista e, em seguida, submetida a uma primeira alta temperatura de queima (cerca de 1000 graus C).

Imediatamente depois cozinhar, a peça está pronta para ser decorada, com o uso de óxidos e esmaltes capazes de fazer a cor de forma original e inigualável.

o decoração da peça trabalhada, ela também pode ser obtida usando o redução, ou seja, removendo o objeto novamente incandescente do forno, usando materiais de vários tipos, como papel, folhas, serragem, isso envolve a criação de efeito no objeto, muito particular com cores que vão do preto ao cinza.

Técnicas antigas de design moderno: um cabo artístico em uma porta de madeira

o t√©cnica descrita, aplicada a objetos simples, de uso di√°rio, tem a capacidade de transform√°-los em pe√ßas art√≠sticas √ļnicas, onde apenas fogo e a sensibilidade do artista tem a capacidade de deixar sua marca pessoal.

um exemplo como um manipulador simples pode ser transformado em um objeto, de intrínseco valor artístico, eles expressam alças da série da natureza de Bosetti Marella.

o objeto manusear, representa em sua concepção lugar particulare, por isso, torna-se um objeto privilegiado que não se limita a ser uma resposta funcional, mas exprime, na matéria e na forma, o prazer estético de um simples gesto cotidiano.

√Č um lugar profundamente refinado, projetado por linhas limpas que revelam detalhes de grande charme, um lugar onde o m√£o O homem encontra e descobre o que a m√£o humana, com sua habilidade art√≠stica, tem conseguido tornar √ļnica.

o descrição acima do artista, ele sempre encontra o seu próprio razão de ser, de fato, a exaltação desse objeto é independente a partir da superfície em que é colocado, cada material do cristal para a madeira, congratula-se com a sua presença, obtendo uns dos outros um efeito benéfico de grande valor artístico e funcional.



Vídeo: RENOVE A CADEIRA COM UM DESIGN MODERNO