Ativação de gás: anexo I

Anexo I do Delib. 40/04 para o pedido de ativação de fornecimento de gás é um certificado de execução correta do sistema pelo instalador.

Ativação de gás: anexo I

Ativação de Gás: Anexo I

De acordo com o resolução 40/04, emitida pela Autoridade de Energia Elétrica em 08.04.2004 e as atualizações subseqüentes, para a ativação de um medidor de gás, na documentação enviada pela empresa distribuidora de gás ao usuário, há o Anexo I, que deve ser compilado porinstalador que

os gases

fez o sistema de gás.
O Anexo I é um atestado de execução correta da planta que, em primeiro lugar, identifica de forma única o sistema de gás para o qual está sendo construído pedido de ativação, identificando o ponto de entrega de uma maneira inequívoca.
no ponto de entrega um é atribuído código (código do ponto de devolução) pela empresa de distribuição de gás, definida por este último quando o cliente solicita a ativação do fornecimento.
O anexo I descreve todos os dados identificação da empresa que realiza a usina, a partir dos dados do proprietário ou representante legal, bem como o número do IVA, o escritório, números de telefone e e-mail.

Dados no anexo I

Também especifica o registro de empresas em que a empresa está registrada com número relativo: se a empresa também estiver registrada no registro de empresas de artesanato, deve ser especificado província e número.
Os primeiros seguem informação na planta de gás, especificando se é uma nova planta ou se é uma planta existente sujeita a transformação, expansão ou manutenção extraordinária.
Após a descrição doendereço para o qual o sistema está localizado, é especificado poder como a soma dos fluxos térmicos de todos os dispositivos instalados e / ou instaláveis.

projeto

Portanto, o instalador certifica, sob sua responsabilidade pessoal, que o sistema foi realizado seguindo ou não um possível projeto.
Os projetos devem ser compostos, pelo menos, por desenhos planimétricos, vamos lá esquema das instalações e de um relatório técnico que descreve os critérios seguidos, as regras, o potencial em causa, os tipos e características dos materiais utilizados, medidas tomadas para prevenir perigos e segurança.
Em qualquer caso, o instalador deve especificar a norma técnica seguida aplicável ao caso específico da planta: nos casos comuns de instalações civis (potências até 35 kW) a norma de referência é a UNI CIG 7129/08.
O instalador certifica que realizou o verificações de estanqueidade do sistema, a conformidade das aberturas de ventilação e ventilação de acordo com os regulamentos em vigor sobre a matéria, a adequação das instalações para a construção do sistema e a adequação do equipamento ligado (geralmente placas e caldeiras).

Documentação relacionada com o Anexo I

O proprietário do instalador ou o representante legal está esperando

contador

resultado deexame da documentação pela empresa de distribuição de gásse solicitado, a empresa fará quaisquer alterações com a consequente atualização da declaração de conformidade.
O certificado consistindo no anexo I deve ser anexado:
o relacionamento tipológico dos materiais utilizados;
o esquema da planta fez;
l 'atestação de conformidade para a planta;
a cópia do certificado dos requisitos técnico-profissionais da empresa que realiza a planta ou a câmara de comércio;
a referência a quaisquer declarações de conformidade anteriores ou parciais existentes.
Tudo é abaixo-assinado pelo proprietário ou representante legal da empresa que realiza a planta.

UE

Sobre eu materiais usados, os materiais utilizados para os mesmos fins em outros Estados europeus podem ser integrados na planta: em tais casos, em projetos e / ou em relatórios técnicos, todo o necessário para demonstrar aequivalência, em termos de segurança e eficiência, dos materiais acima mencionados com os materiais correspondentes cobertos pelas leis e regulamentos em vigor no nosso país.
Em alguns casos, pode acontecer mais empresas, também pertencente a diferentes setores, contribuir para a construção da planta, a empresa que percebe a planta poderia ser uma empresa diferente daquela (por exemplo, construção) que faz buracos nas paredes para oventilação e / ou o ventilação para o mesmo sistema de gás.
Em tais casos ambas as empresas devem fornecer declarações de conformidade em relação ao trabalho realizado.

Ativação de gás: leia mais sobre isso:

Ativação de Gás: Anexos Técnicos Obrigatórios, Parte 1
Ativação de Gás: Anexos Técnicos Obrigatórios, parte 2
Ativação de Gás: Anexos Técnicos Obrigatórios, parte 3
Ativação de gás: anexo H
Ativação de gás: anexo I



Vídeo: Carlos Galdino e GAS - Grupo de Ativação Sonora