Um 2019 cheio de novidades graças à reforma do condomínio

2019 será um ano histórico para os padrões de condomínios; em 18 de junho, a reforma do condomínio entrará em vigor. E até então?

Um 2019 cheio de novidades graças à reforma do condomínio

Condominio

o título do artigo, com o qual abrimos este ano juntos, resume o que o condomínio nos prédios vai atender este ano.
Em junho de 2013, na verdade, exatamente 18 de junho entrará em vigor a lei que altera as disposições relativas ao condomínio em edifícios, mais conhecido como reforma do condomínio.

Por que em 18 de junho?
A resposta é simples: oartigo 32 da lei n. 220/12 (a da reforma do condomínio) prevê expressamente que As disposições desta lei entram em vigor após seis meses a partir da data de publicação da mesma no Boletim Oficial. Como a lei foi publicada no Diário Oficial da República Italiana em 17 de dezembro de 2012, as contas são feitas em breve.

É bom se aprofundar, mais é natural fazê-lo, um aspecto que podemos resumir da seguinte forma:
O que vai acontecer até 18 de junho de 2013?
A resposta é simples: porque a lei n. 220/12 não prevê uma disciplina de transição (exceto por uma hipótese específica concernente às ações dos indivíduos nas partes comuns), até aquela data tudo permanecerá como estava até que tenhamos contado.
Artigos do código civil e leis especiais, princípios expressos por jurisprudência, indicações doutrinárias: tudo permanece totalmente válido.
Só a partir daquele dia de junho eles entrarão em vigor as novas regras.
Neste ponto, é bom especificar um aspecto: os eventos que ocorreram no vigor da antiga disciplina continuam a ser regulamentados por isso mesmo após a entrada em vigor da lei n. 220.
Um exemplo 31 de dezembro de 2012 muitos, muitos anos de gestão das equipes expiraram.
Com o legislação em vigor, o diretor pode ser revogado apenas se não apresentar a conta de gerência por dois anos e não houver outro limite de tempo (a menos que seja previsto pelo regulamento).

Condominio2

Com oentrada em vigor da lei n. 220, o novo artigo 1130 c.c. especifica que a declaração anual do condomínio da administração é lavrada e convoca a assembléia para sua aprovação em até cento e oitenta dias (Artigo 1130 nº 10 da nova versão).
No entanto, isso não significa que Para os relatórios vencidos em 31 de dezembro, a partir de junho, é necessário apresentá-los à reunião nos primeiros dias de julho.
Esta disposição específica, de facto, será aplicável a partir da primeira declaração expirada após a entrada em vigor das novas regras, ou seja, para a que expirará 31 de dezembro de 2013.
O mesmo se aplica ao nomeação do diretor que, se ocorresse antes de 18 de junho, permaneceria válido apenas por um ano, sem a possibilidade de aplicar a renovação automática prevista pelo novo art. 1129 c.c.
Outros exemplos podem ser feitos (pense nas resoluções de montagem, ai quorum constitutiva e deliberativa), mas vamos fazê-lo em outros artigos, para evitar confusão desnecessária.
Em suma, um 2013 cheio de notícias futuras e possíveis incertezas presentes: entre os nossos objetivos, queremos acompanhá-lo até o dia 18 de junho, a fim de esclarecer como estão as coisas e como elas vão mudar.



Vídeo: Engeplus - Parte I | Programa JB